QUASE DUAS SEMANAS NA HOST FAMILY E QUASE TRÊS NOS EUA!

quinta-feira, 26 de julho de 2012 - Postado por Renata Reis às 12:16
Olá, gente!Como estão??
Bom, hoje eu estou quase completando duas semanas na host family e posso dizer que passa muito rápido mesmo...E quase 3 semanas de EUA. É pouco tempo, mas já dá pra se tirar mil conclusões.

Vou começar falando da minha adaptação e como tem sido com a host family e com os kids..

Eu amo a minha família!Cheguei a comentar no Grupo de Au pairs e não sei até quando vai ser assim, se é só o começo, a famosa lua de mel que todos falam, mas posso dizer que estou muito feliz. Eles me tratam muito bem e a hosta é mais que demais. Ela me pede opiniões da roupas, me conta das coisas dela...Me faz sentir notada, sabe? Isso é muito importante pra nós que já estamos em um lugar diferente, em uma casa diferente, com hábitos que não são nossos...Eles sempre me chamam para sair com eles na sexta, sábado e domingo. Na primeira semana eu fui, afinal, eu tinha acabado de chegar. Mas não me sinto confortável, pois o pai acaba pagando e mesmo que eu quisesse eu não teria grana para ficar bancando os lugares que eles frequentam. Não é nada muuito chiquérrimo, mas também não é fast food de 5 doletas..Rá! Eles me dão a opção de escolha e dizem não se importar se eu não for, mas mesmo assim pode parecer que eu não gosto de sair com eles ou coisa do tipo. Penso em até falar com a hosta sobre isso quando sentarmos para conversar. As kids são uns amores e eu quase não trabalho. Mas é difícil uma criança ser amável all the time. Os meus tem variações de humor sim..Eu ainda to pegando o jeito, no começo a gente fica com receio de fazer valer a nossa autoridade, até onde ela pode ir, não sei se vocês conseguem me entender. A minha maior de 12 anos é uma típica pré adolescente e tem variações de humor sempre. Eu to tentando contornar isso do jeito que eu posso. Às vezes ela grita comigo e o que eu faço? Ok, no problems, I will respect your moment. E saio de perto dela, simples assim...Simples? Jamais, a vontade é dar um grito e um sacode na bichinha, mas eu sei que não estaria sendo madura e não sei como seria a reação dos pais também. E posso dizer que isso funciona sim, pois não dá um minuto e ela vem me pedir desculpas. Aí é hora de dizer..Ok, mas você não precisa gritar desse jeito e ficar assim. Eu estou aqui para ajudar e você pode contar comigo. Pronto, tudo se resolve e todo mundo fica feliz. O menor é uma benção, me obedece na hora que eu peço para tomar banho, trocar de roupa. escovar os dentes...Claro que às vezes ele fica contrariado, mas a gente vai pegando o jeito com o tempo. Só com o tempo mesmo..Quem ainda for vir, venha preparada para isso. Ainda mais se você for a quinquagésima au pair...lol...Eu sou a sétima au pair e a mãe me contou que eles morriam de amores por duas delas, inclusive uma delas é a anterior, to lascada! Isso é algo que leva tempo, eles não vão te amar da noite pro dia e pode ser que ainda digam que a odeia, que você não faz as coisas certas, afinal, é início, ninguém nasce sabendo, tudo leva TEMPO. Esse tal de tempo, danadinho.



Os meus até onde eu sei não reclamaram nada pra mim, não sei para os pais, né?!lol. A questão é dar o seu melhor, pois de uma maneira ou de outra os pais vão perceber. Algumas situações eu não sei como agir e fico me torturando. Por exemplo, meu schedule diz que eles devem ir para leitura às 9 e 9:30 pra cama, mas não é bem assim que acontece, pois os pais liberam que eles assistam TV até mais tarde um pouco. E au pair fica com cara de poker face. O pai chega do trabalho e inventa de fazer algo pra comer e oferece pros filhos que aceitam, mas uma vez cara de poker face, afinal, esse é o meu trabalho, porém, quando a bonita da au pair pergunta o que os lindinhos querem eles respondem que não tão com fome. Sei que algumas situações são simplesmente embaraçosas e a gente não sabe direito como agir. Sei que isso vai acontecer, afinal, é um relacionamento e lidamos com pessoas, as quais tem sua personalidade, seu jeito, suas manias...
Já passei por alguns momentos de ira aqui com a kids, nos quais a vontade era mandar tudo pro alto e sumir. Tem uma hora que a gente pensa: Que que eu to fazendo aqui? Aturar xilique de criança e fingir que tá tudo bem? É normal e eu sei que esse pensamento vai se repetir forevermente...Mas uma coisa é verdade: Pensa nos seus objetivos e vai na fé. Nada é eterno, um dia eu sei que vou olhar para trás e ver que tudo valeu a pena, mas enquanto isso eu vou ralando aqui e passando raiva...lol
Eu agradeço todos os dias a Deus e a minha fiel Santa Terezinha pela HF e pelos HK. Alguns probleminhas temos mesmo e o meu único receio é que as coisas possam mudar, pois eu me sinto adaptada aqui, me sinto mais a vontade com os pais, com as kids, com a rotina!Eu já tenho muito amor por eles!Espero que seja recíproco! E assim a gente vai vivendo, um dia após o outro e dando o melhor de si, pois esses momentos são únicos, podem acreditar! 
Meu schedule é muito tranquilo, gente...Eu acordo o menor às 7:15, mas ele sempre acorda by himself, então, eu acordo por volta das 6:45 nos dias que to mais disposta, quando não estou é às 7:00, escovo os dentes, arrumo o cabelo, passo uma make ralé e já vou preparar o café da manhã dele, que é cereal com leite. Depois ele vai se trocar, escovar os dentes e colocar o tênis. Depois passo protetor nele e checo se a backpack dele está com tudo arrumado: towels, shorts, t-shirt e underwear. Daí esperamos a mini van vir buscar ele por volta das 08:00. Às 8:00 é o horário da maior acordar, daí a chamo e é um sacrifício para ela levantar, mas vamos pegando o jeito. Ela se arruma sozinha, nem preciso ficar em cima pra ver se tá tudo certo. Ela mesma arruma o lanche e se ela precisa de ajuda me chama. Eu já aprendi, ela ama fazer as coisas sozinha e se acha auto suficiente, então eu deixo ela livre e se ela quiser ajuda da bonita aqui, é só tell me, maybe!lol.Até o bus dela chegar ficamos vendo TV!
Depois a bonita que trabalha muitooooo tem off até às 4, que é o horário que a maior chega!Daí vamos fazer algo, como unha, assistir reality americano, ouvir música ou o que ela quiser. Depois o menor chega e vai para o computador, que é um vício dele, pelo amor. Eu tento chamar ele para brincar no basement e às vezes ele aceita!Lá vamos nós brincar no basement e eu me divirto!Ele joga um tal de Wii Fi e eu fico boiando. Um dia fui jogar com ele e ele disse que eu era muito ruim e tinha que fazer umas lições do jogo para aprender. Tá bom, né....:(...Casco o bico....Aí fico com eles até umas 9, 9:30...Às 8:00 é hora de tomar banho e depois a maior vai fazer umas lições de matemática e eu descobri ontem que o menor também tem um livro para fazer e agora eu vou ficar em cima pra ele fazer, pois segundo a maior ele não gosta de fazer e diz que perdeu o livro e blá blá...
Depois eles vão pra cima e os pais colocam na cama. E é assim meu dia agitado. lol! Claro que eu cometo erros, mas sempre vou percebendo o que eu posso melhorar, afinal, a gente tem que pagar o ritmo e não é fácil no começo!

Bom, gente, é isso!Tenho muitas coisas para contar, mas vou postando assim que der!Já ganhei dois I love u do menor!Yesssss, sou foda!

Fiquem com Deus e logo venho com mais histórias!XOXO
Reações: